Relatórios de sustentabilidade serão exigidos para companhias abertas, fundos e securitizadoras

A Resolução CVM 193 aprovou a divulgação de relatórios financeiros de sustentabilidade por companhias abertas, fundos de investimento e securitizadoras, com base no padrão internacional do International Sustainability Standards Board – ISSB.

Para nossa sócia Marinis Pigossi, a padronização, além de mitigar riscos e coibir ações de greenwashing, favorece a tomada de decisões assertivas, aumenta o fluxo de capital para Investimentos Sustentáveis e fortalece o mercado brasileiro perante investidores estrangeiros e grandes potências mundial.

Confira o conteúdo na íntegra.

 

Ao navegar neste site, você aceita os cookies que usamos para melhorar sua experiência. Veja mais informações.